fbpx
Atendimento, Loja Física, Marketing, Moda

Moda: Como atrair o público jovem?

novembro 18, 2020
Tempo de leitura 7 min

O varejo de moda é um mercado extremamente concorrido. Isso faz com que a diferenciação e a segmentação por nichos seja extremamente importante. Uma estratégia interessante para se destacar é atrair o público jovem. E neste artigo vamos de contar como!

 

Se comunicar com o público jovem pode abrir portas para um grande mercado. Mas esta não é uma tarefa simples. Este é um público muito crítico, exigente, ansioso e questionador. Além disso, os jovens atualmente estão mais engajados com causas sociais e com propósito de marcas dos que as gerações anteriores. 

Esta geração transformou a “antiga” fidelização. Se antes o cliente era fiel a uma loja, hoje, quando ele admira uma loja ou uma marca, ele é fã! Isso sem contar que a experiência de compra passou a ser fator determinante. Mas não se engane! Não existe fidelidade, pois eles estão sempre abertos a novidades e de olho nas diferentes ofertas.

Isso pode ser muito bom para lojas e marcas que conseguem atrair e engajar este público. Mas também muito difícil caso sua loja não saiba se comunicar com ele. Afinal de contas, por ser uma geração que já está acostumada a produzir conteúdos no ambiente virtual, não é fácil atrair sua atenção.

Portanto, para atrair o público jovem até a sua loja física, antes de mais nada, é preciso aprender a se comunicar com ele! 

Jovem ou Teen?

Para começo de conversa, vamos fazer uma diferenciação: público teen ou público jovem? Existe diferença ou é tudo a mesma coisa? 

Essas perguntas podem parecer simples, mas valem uma reflexão:

Teen

A palavra teen vem de teenager, em inglês, que significa adolescente e representa aquele público entre 13 e 17 anos. 

É um público que já não gosta de usar roupas de criança, mas ainda não são adultos. Por essa razão, existe uma carência de oferta de moda específica para esta faixa etária, sendo um nicho interessante de se cativar.

As pessoas dessa faixa etária costumam seguir moda e tendência, sendo influenciados, principalmente pela internet. Porém, na maioria das vezes, as pessoas nessa idade ainda dependem financeiramente dos pais. Ou seja, quem realmente efetua as compras não é o público propriamente dito.

Jovem

Já o público jovem é aquele entre 18 e 30 anos. E esse público é responsável por movimentar cerca de R$32 bilhões anualmente!

São pessoas que estão entrando e começando a se firmar no mercado de trabalho. É uma faixa etária extensa, abrangendo pessoas que podem estar em diferentes fases da vida. Portanto, apesar de estarem na mesma “classificação etária” vale a pena observar essas diferenças.

O que eles têm em comum?

Apesar das várias diferenças, uma característica em comum entre o público teen e o público jovem é a conectividade. Tanto os adolescentes quanto o público jovem são bastante conectados e utilizam a internet para grande parte das suas tomadas de decisão.

A internet está presente nas decisões e no dia-a-dia desse público. Seja para descobrir as tendências da moda, para fazer pesquisas de locais e preços dos seus produtos de interesse ou para interagir com suas marcas prediletas nas redes sociais.

Isso pode ser algo muito positivo para quem possui lojas físicas! Afinal de contas, estar na internet já será um bom caminho andado. 

Mas é claro que só isso não basta para vender para o público jovem!

Por isso, separamos aqui algumas dicas para você que quer conquistar o público jovem.

1 – Você precisa “conversar” com eles

Quando eu digo “conversar”, estou falando de conhecer o universo jovem e ter assunto para dialogar com ele. 

Se você está buscando atrair o público jovem, busque sempre saber:

  • Quais as músicas que os jovens ouvem? 
  • Você sabe o que está nos trend topics da Billboard?
  • Quais as séries mais comentadas? 
  • Quais os filmes de maior bilheteria neste último ano? 
  • Quais os personagens preferidos desse público?

 

Invista em conhecer seu universo! 

Isso te ajudará não apenas na hora de fazer a curadoria de marcas e produtos para oferecer, mas também a criar conteúdos, decorar o ambiente da sua loja e se comunicar com este público.

2 – Invista na internet

Já que este público está nas redes, esteja lá também!

Não apenas as redes sociais! Se você tem um site, trabalhe para que ele seja responsivo para o mobile (ou seja, que seja um site que seja adaptável e de fácil acesso para celulares).

Não utilize as redes sociais apenas como “catálogo de produtos”, mas como uma forma de criar relação com este público. 

Crie “comunidade”!

Quando eu digo criar comunidade, eu me refiro a trazer o seu público para perto de você. O público jovem e hiperconectado costuma fidelizar as lojas, marcas e produtos que gostam, defendendo-os e divulgando-os. 

Mas prepare-se! 

Assim como existem os “lovers”, também existem os “haters”. Portanto, esteja atento ao seu público. Tente estar presente nas redes, responder aos comentários e criar realmente uma sensação de proximidade com seu público.

Preste atenção às avaliações e aos feedbacks que eles te dão. Isso pode te dar muitas ideias!

3- “Veja como você fala comigo!”

Fale com seu público com a mesma linguagem que eles utilizam. Invista numa linguagem informal e despojada. Várias marcas cativaram o público jovem e se estabeleceram no universo virtual por estabelecerem uma relação próxima e descontraída com este público. 

Vale a pena se inspirar na comunicação das redes sociais da Netflix Brasil, por exemplo! A marca responde como se fosse uma pessoa falando com seus amigos. Com isso, ganhou mais visibilidade e criou uma legião de fãs entre os jovens.

Ah, e essa dica também vale para o contato presencial, com o cliente na sua loja. Neste caso, um bom exemplo de linguagem (e abordagem) jovial e despojada é a da marca de óculos e acessórios Chilli Beans. Seus vendedores são diversos, os uniformes são despojados e a abordagem é sempre descontraída e jovial, direcionada ao público jovem.

Na internet, algumas marcas e lojas de roupas direcionadas a este público, tentaram trazer levez para sua comunicação utilizando expressões como “se joga”, “we love”, “tamo junto”, etc. Há marcas que separam suas coleções também utilizando termos como “para se jogar na pista”, “arrasando na balada”, etc.

Crie sua forma de falar, mas nunca se esqueça de “com quem” vocês está falando!

4 – Aposte na interatividade

Faça enquetes, autorize comentários (e sempre responda os comentários), peça feedbacks. Já foi comprovado que empresas que envolve os jovens pedindo avaliação de seus produtos e serviços são vistas como mais próximas por este público.

Incentive as pessoas a postarem e marcarem sua loja. Ah, e, claro, compartilhe as postagens feitas pelo seu público. 

Mas não se limite às redes sociais!

Dica!

Faça isso também no ambiente físico! 

De forma criativa, incentive as pessoas a postarem e marcarem a loja. Inclusive ao experimentarem roupas nos provadores da loja, mesmo que elas não as comprem naquele momento. 

Isso se tornará publicidade para a sua loja, acessando exatamente o seu público-alvo!

 

5 – Não esqueça do seu espaço físico!

O espaço físico da sua loja deve ser interessante e convidativo. Lá, todas essas dicas também devem ser colocadas em prática!

Treine sua equipe para utilizar, no contato com o cliente, uma linguagem que “converse” como sua marca se comunica nas redes sociais.

Decore sua loja, de forma a convidar esse público a ir até lá e a postar e marcar a loja, estando lá. Ter e disponibilizar wi-fi é uma boa estratégia! 

Invista, por exemplo, na decoração dos provadores. Afinal de contas, este, provavelmente, será o local mais postado da sua loja!

Utilize elementos visuais e músicas que atraiam este público.

Automatize os processos! Um público conectado valoriza a tecnologia e não tem paciência para processos demorados. 

Utilize um software de gestão específico para lojas de roupas, que te ajude a se conectar com o seu público. Busque por um sistema que registra as preferências dos seus clientes e te ajude (por meio de relatórios) a entender, por exemplo, as peças mais buscadas pelos seus clientes ou melhores momentos para fazer promoções.

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário

Scroll Up