fbpx
Moda

Lojas físicas de roupas masculinas: 05 dicas para se diferenciar

outubro 29, 2019
Tempo de leitura 8 min

Para se destacar no mercado de lojas físicas de roupas masculinas é preciso criatividade e observação. Selecionamos algumas dicas e cases de sucesso para você se inspirar e vender mais! 

O público feminino é o “queridinho” do varejo de moda, por uma crença de que este público  compra roupas mais frequentemente e gasta mais dinheiro com isso do que o público masculino. 

Essa crença leva diversos novos empreendedores do mercado de moda a optarem por trabalhar a moda feminina ou mista. Porém, é possível se destacar no mercado de moda masculina, prestando atenção nas nossas dicas e no seu público!

 

Roupa pra homem… Isso vende?

Esta é uma pergunta que muitos interessados em abrir lojas físicas de roupas masculinas devem se fazer antes de abrir o seu negócio.

Mas… O público de moda masculina vêm crescendo e o mercado de moda tem olhado cada vez mais para o homem. 

Segundo o SEBRAE “o avanço de 94% em cinco anos pode ser justificado pela mudança comportamental da maioria dos homens que hoje, diferente de outra época, investem em itens que suprem necessidades específicas e asseguram benefícios de bem estar”.

Já existe uma tendência no mercado fashion a prestar maior atenção no público masculino. Marcas gigantescas, mundialmente conhecidas como marcas voltadas para o público feminino, estão começando a se dedicar cada vez mais ao público masculino. 

É o caso da grife Louis Vuitton que começou a dar maior visibilidade para sua coleção masculina quando contratou o estilista Virgil Abloh, trazendo urbanidade e jovialidade para as peças masculinas e aproximando-as do grande público.

Sabe-se que no mercado de moda as tendências nascem das grandes marcas, que observam o comportamento e se transformam, transformando todo o mercado. E isso já está acontecendo. 

Inclusive, estima-se que, dentro de alguns anos, o mercado de roupas masculinas deve superar o mercado de roupas femininas em número de coleções. 

 

E como a sua loja física de roupas masculina pode se diferenciar para atender esse mercado?

Para que a sua loja de roupas masculinas tenha sucesso, você deve entender que o comportamento de compra do público masculino é diferente do feminino!

 

1. Entenda quem é o seu público!

Roupa masculina, ainda sim, é um tema amplo. Por isso, você tem que escolher dentro deste mercado:

  • Qual estilo de roupas você pretende vender? 
  • Quem é o perfil de homem que gosta do estilo de roupa que você pretende vender? 
  • Onde você está localizado passam homens com este estilo? 
  • O público estaria disposto a sair de onde está para ir até sua loja? Qual o incentivo para isto?

Essas são algumas perguntas que você deve se fazer para acertar na escolha das peças, na localização e até no visual da sua loja física de roupas masculinas!

Respondendo a essas perguntas você poderá delimitar melhor o seu público e perceber possíveis incoerências no que você já tem feito.

Para te ajudar a definir o seu público você pode baixar o boletim de tendência do consumidor de moda masculina produzido pelo Sebrae.

 

2. Entenda o comportamento do seu público

É certo que existem diversos estilos de comportamento e vestuário masculinos, mas, de uma forma ampla, os homens têm algumas características de compra que você deve levar em consideração, independente do seu subnicho:

  • Homens tendem a buscar por produtos específicos e não por marcas:

Portanto, conhecendo seu público, defina as peças para que melhor atendem a ele!

  • Homens tendem a ter menos paciência de “rodar” por lojas e buscam praticidade nas compras:

Diferentemente de um comportamento típico do público feminino, o público masculino tende a ir “direto ao ponto”. Não tem paciência de olhar em diversas lojas ou de experimentar diversos produtos para se decidir.

Portanto, lojas físicas de roupas masculinas especializadas em um nicho, um estilo ou um produto específico costumam fazer sucesso entre o público masculino. Dessa forma o cliente vê o seu processo de compra facilitado!

Sabendo disso, o visual da sua loja deve mostrar exatamente aquilo que o seu público quer ver.

  • Homens tendem a fidelizar aquilo que gostam:

“Quantas vezes na vida um homem troca de barbeiro? Pouquíssimas! Vocês sabem porque? Porque o homem não compra o corte de cabelo ou barba, mas a experiência, o bom papo, a cerveja, o café, as revistas e o hábito de ir até lá todos os meses.” (Rony Meysler, CEO da Reserva)

Então, por mais que os homens não busquem necessariamente por marcas (num primeiro momento), ao encontrarem produtos que os agradem, eles tendem a se tornar fiéis àquela marca. 

Isso também vale para sua loja!

Entendendo as marcas e as peças que melhor atendem o seu público, é possível cativar e fidelizar esse cliente.

 

3. O ciclo de compras é maior, em compensação o ticket médio também!

Percebe-se que o homem, em geral, leva mais tempo para realizar uma nova compra do que o público feminino, cerca de 3 meses. Isso poderia ser um problema, mas não é!

Dados da Euromonitor International mostram que o público masculino é mais disposto a pagar mais caro por um produto. A maioria prioriza a qualidade e a praticidade do produto em detrimento do preço, na hora de decidir a compra.

Isso faz com que o ticket médio de uma compra masculina seja, em média, maior do que a feminina, equilibrando as diferenças entre ambos para o lojista.

 

4. Praticidade é o segredo!

Sabendo que praticidade é um atrativo para o público masculino, faça escolhas que deixem todo o processo de venda mais rápido e funcional!

  • Crie um visual atrativo na sua loja física de roupa masculina
  • Deixe as peças-chave bem visíveis
  • Deixe peças parecidas próximas, assim, caso agrade de determinado produto, o cliente terá acesso a outras peças similares que pode se interessar
  • Utilize um sistema de gestão inteligente, que facilite a compra e não faça o seu cliente perder tempo esperando fechamentos, impressões, processos, etc.

 

5. Conheça quem têm se destacado

Aqui no Brasil uma loja física de roupas masculinas têm se destacado como um case de sucesso nesse segmento, não apenas pelos produtos, mas, principalmente, pela forma de cativar o cliente!

A RESERVA nasceu da observação de 2 amigos: os homens usavam sempre a mesma bermuda na academia. Então, partindo do slogan “Be yourself but not always the same” (seja você mesmo, mas não seja sempre o mesmo), eles criaram uma coleção de bermudas que vendeu tudo, muito rápido! 

A partir dessa experiência eles começaram a produzir novas peças e em pouco tempo se tornaram um grupo com 65 lojas próprias, 8 franquias e presentes em 1.400 lojas multimarcas por todo o Brasil. 

Isso se deve à personalidade forte da marca, o cuidado com o cliente, o design apurado e o investimento em inovação.

Algumas lições de diferenciação da Reserva que podem te inspirar:

  • A loja tem valores sociais, com perspectiva de construção de um mundo melhor através de ações sociais e com a ideologia do “capitalismo consciente”.
  • Inovação, não apenas nos produtos, mas no espaço e até na forma de atender o cliente. Um dos objetivos da marca é se conectar com pessoas.
  • Os vendedores são treinados para “não se tornarem robôs”. Eles são colaboradores reais nas lojas, com liberdade para criar abordagens e sugerir ideias. O objetivo é que eles sejam espontâneos e receptivos, não sendo estimulada a competição entre eles. Dessa forma, a venda se torna uma consequência do atendimento, e não o objetivo.

“Certa vez, em uma palestra, me parabenizaram pela visão e por ter sido a primeira marca a tocar música eletrônica nas lojas. Eu ri e respondi: ‘Não é uma questão de visão, mas de audição. Eu apenas ouvi o que a nossa turma queria’.” (Rony Meisler, CEO da Reserva)

Se você quiser conhecer um pouco mais sobre a experiência de construção da marca e treinamento da equipe da Reserva, vale a pena a leitura de “Rebeldes têm asas”, de Rony Meisler (CEO da Reserva). 

 

Conclusão

Como vimos, vários fatores nos mostram que o mercado está de vento em popa para as lojas físicas de roupas masculinas.

Se você já tem uma loja que atende esse público ou está pensando em abrir, invista para criar uma experiência única em sua loja e terá um público fiel que trará novos clientes.

Vai abrir uma loja? Leia os 6 passos para montar sua loja de roupas multimarcas.

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário

Scroll Up