Vitrinismo: como usar para atrair clientes?

Marina Clara
19 de novembro de 2021

A sua vitrine convida o cliente a entrar na sua loja? Neste artigo vamos falar sobre vitrinismo: uma área importantíssima dentro do Visual Merchandising. Essa técnica utiliza a decoração para atrair clientes e até estimular a compra por impulso. Bora saber mais?

Vitrinismo: uma área importantíssima dentro do Visual Merchandising

Visual Merchandising? O que é isso?

Segundo Ruth Altman, redatora do site norte-americano Small Business, Visual merchandising é a prática no setor de varejo de otimizar a apresentação de produtos e serviços para melhor destacar suas características e benefícios. O objetivo desse visual merchandising é atrair, envolver e motivar o cliente a fazer uma compra.”

E de que forma se faz isso? Através de técnicas que estimulam a experiência de compra do cliente na loja a partir dos sentidos. 

Como assim?

A ideia do VM é transformar a experiência de compra através, não apenas da visão, mas também de cheiros, sons, sabores, texturas, iluminação, cores, da otimização do espaço e até da temperatura da loja. 

Ou seja, o Visual Merchandising alia a decoração do espaço, a identidade visual da marca e o conceito da loja ao perfil do cliente que se deseja atrair. Tudo isso para que o cliente se sinta motivado a escolher a SUA loja, em vez da concorrente. 

E a vitrine da loja é o primeiro passo desse processo! 

Vitrinismo

Apesar de o vitrinismo ser um conceito, atualmente, relacionado ao VM, podemos dizer que a ideia de se montar uma vitrine para exposição de produtos existe desde que a primeira pessoa precisou oferecer um produto a outra pessoa.

Afinal de contas, isso parte do princípio que, para alguém desejar adquirir um produto de outra pessoa, ele precisa saber que esse produto existe e está disponível ali.

Claro que esse conceito foi reelaborado e as técnicas, aprimoradas. Mas o princípio é o mesmo! Chamar atenção de um comprador em potencial para um produto que está sendo ofertado por você.

Atualmente, mais do que expôr e ofertar produtos, as vitrines servem para convencer o cliente a entrar na loja. Elas apresentam da loja para o cliente que ainda está do lado de fora. Ela aguça, no cliente, o desejo de compra. 

E o vitrinismo é a utilização de ferramentas de marketing, design, artesanato, arquitetura, etc., para direcionar o olhar e o interesse de um possível cliente para os produtos que a sua loja têm a oferecer. 

Podemos dizer que o vitrinismo se utiliza de estímulos diversos, sinais e símbolos visuais para criar um vínculo entre a sua loja e o cliente que está passando do lado de fora.

Vitrinismo e VM 

O primeiro contato que um cliente em compras tem com a sua loja é através da fachada e, consequentemente, da vitrine. Por essa razão, é importantíssimo que a sua vitrine esteja aliada ao conceito da sua loja e seja convidativa para o seu cliente em potencial. 

A sua vitrine deve ser capaz de atrair a atenção do seu público. Além disso, ela deve apresentar, antes mesmo que o cliente entre no seu espaço, o diferencial que a sua loja tem a oferecer. 

Vitrine: o primeiro contato do público com a sua loja.

Em outras palavras, uma vitrine não deve servir apenas para apresentar produtos. Mas para inaugurar a experiência de compra do seu consumidor.

E porque você deveria aplicar o vitrinismo na sua loja?

Para começo de conversa, dê uma boa olhada na vitrine da sua loja. Agora responda a essas perguntas:

  • Esta vitrine reflete os valores da sua loja?
  • Ela atrai o seu público-alvo?
  • Esta vitrine está convidando o seu público a entrar na sua loja?

É comprovado que a vitrine é responsável por, em média, 70% dos clientes que entram em uma loja física. E esta comprovação é imediata!

Assim que você modifica a vitrine, é possível perceber se o número de clientes interessados aumentou ou não!

Como aplicar as técnicas de Vitrinismo da sua loja?

A primeira fase é o planejamento! 

É preciso planejar e saber quais objetivos você deseja alcançar com a sua vitrine. Esses objetivos podem mudar de tempos em tempos e é importante ter consciência disso!

É nesta fase que você deve deixar claro:

  • Qual público queremos atingir? Mesmo que o público da sua loja seja abrangente, é importante que se faça uma delimitação ao planejar uma vitrine.
  • Qual o orçamento disponível para a decoração da sua vitrine? 
  • Qual o tema desta vitrine? Não deixe de aproveitar as datas comemorativas! Mas evite decorações clichês e óbvias! 
  • Quais produtos você deseja expôr? Não dá para expôr a loja inteira. Portanto, como sintetizar suas ideias, valores, tema nessas peças? 

Uma dica: busque expôr itens com menos saída, dando a essas peças maior visibilidade e evitando que elas fiquem encalhadas. Mas, claro, deve-se pensar na composição dessas peças na vitrine.

Por fim, antes ainda de partir para a prática, faça um esboço da sua vitrine, listando todos os materiais que serão necessários.

Agora, o que você deve pensar ao elaborar uma vitrine:

O principal sentido a ser trabalhado na criação de uma vitrine, obviamente, é a visão! Mas como trabalhar isso, sem cair no óbvio?

  • Iluminação

Sua vitrine deve ser iluminada e visível. É possível também utilizar a iluminação para a construção de focos de luz e direcionamento do olhar. Efeitos de luz e sombra também podem ser recursos visuais bastante interessantes e dramáticos.

  • Cores

Lembre-se que trata-se de uma composição.Portanto, pense nas cores das peças de decoração e na composição dessas peças com as cores dos produtos escolhidos. Você também pode se inspirar na “psicologia das cores” para criar essa composição.

É importantíssimo que a sua vitrine esteja aliada ao conceito da sua loja e seja convidativa para o seu cliente em potencial.

  • Espaços vazios e destaques

Os espaços ajudam a destacar as peças. Evita a poluição visual. Afinal, quando há muitas informações de uma vez, nossa mente costuma enxergar aquilo como um bloco, dando pouca importância ao conjunto como um todo.

Além disso, escolha um produto para ser destaque na sua vitrine. A mente humana tende a hierarquizar informações. Dessa forma, o produto em destaque será lido pela nossa mente como mais importante e, assim, “tudo bem se ele for mais caro”. 

  • Manequins e expositores

Lembre-se que a função de um manequim é dar ao cliente uma ideia de como aquela roupa ficará no corpo dele. Portanto, que tal usar manequins com posturas mais orgânicas e naturais no lugar daqueles com poses rígidas?

Além disso, pense também nos seus expositores. Evite peças no chão. Isso desvaloriza o produto aos olhos do cliente. Pense em alternativas para expôr os produtos de forma criativa e que vá valorizar a peça e, consequentemente, a sua loja.

Use manequins com posturas mais orgânicas, naturais e divertidas no lugar daqueles com poses rígidas.

Agora, que tal buscar outros estímulos sensoriais para sua vitrine?

Lembram-se que falamos que o Visual Merchandising trabalha com estímulos sensoriais? 

Então, para aplicar técnicas de VM nas vitrines da sua loja, deve-se ter em mente quais outros sentidos é possível aguçar no seu cliente, ainda do lado de fora da loja:

Uma sugestão é o Olfato

Ter um perfume exclusivo em uma loja pode diferenciar a marca das outras.

Você já percebeu como a loja da Melissa tem um cheiro específico? Um cheiro adocicado, que lembra cheiro de chiclete.

Esse aroma dialoga diretamente com o público-alvo da marca (que é um público jovem, incluindo também crianças e adolescentes). Além disso, antes mesmo de entrar na loja, podemos sentir o cheiro e já sabemos: “tem uma loja Melissa por aqui”.

Esta é uma possibilidade para você que deseja investir em um diferencial. Alguns aromas podem gerar respostas emocionais, como calma, conforto, excitação, etc. E, caso isso dialogue com os valores da sua loja, por que não?

Mas é importante pesquisar bem os aromas, para não dar um “tiro no pé”, viu? Evite cheiros muito fortes, que possam causar alergias, por exemplo.

Ouse!

Lembre-se de que a vitrine não é apenas aquele espaço na entrada da loja!

Qualquer espaço livre na sua loja pode se tornar um espaço expositor que favorece e amplia o interesse dos clientes pelos produtos.

Com a iluminação correta, cores e texturas adequadas e um toque de criatividade, é possível transformar um espaço inutilizado em um grande aliado nas vendas!

Converse com a nossa Equipe

Ainda com dúvidas ? Você pode falar diretamente com um de nossos consultores sobre o processo de implantação em sua loja. Não perca mais tempo e dinheiro, seja CRIAR.
WhatsApp