5 estratégias para vender o ano todo

Marina Clara
27 de maio de 2022

Mantenha suas vendas o ano todo: conheça as melhores estratégias para lidar com a sazonalidade em sua loja de varejo de moda!

Troca de estações: entrada do verão, lançamento da coleção de inverno; dia das mães, dia dos pais, dia das crianças, dia dos namorados, natal, ano novo… Nós, do varejo de moda, estamos cansados de saber as datas mais promissoras em termos de vendas de roupas, não é mesmo?

Mas, como lidar com o restante do ano? O que fazer com a época de baixa nas vendas? Ou melhor, como continuar vendendo bem, mesmo fora das datas comemorativas? 

É sobre isso que vamos falar neste artigo. Então, continue até o final e não perca as melhores estratégias para lidar com a sazonalidade no Varejo de Moda.

Lidando com a sazonalidade

Chamamos de sazonalidade aquela variação entre períodos de alta demanda e de baixa demanda de vendas. Essa variação exige, do lojista, preparação e controle ativo do seu estoque e de fluxo de caixa. 

Estar atento e consciente dessas altas e baixas durante o ano, podem evitar rupturas no estoque, desalinhamento com as demandas e, consequentemente, prejuízos financeiros.

A dificuldade em lidar com as vendas sazonais é um dos principais desafios do Varejo de Moda. Mas, também podemos entender a sazonalidade como um indicador para a criação de ações e ofertas.

1. Observe todas as possibilidades do Calendário do Varejo

O Calendário do Varejo é um grande conhecido e aliado dos donos de lojas de roupas, calçados e acessórios. Ele nos ajuda a entender as melhores datas de vendas para o comércio varejista. 

Algumas dessas datas são amplamente exploradas, sendo consideradas as melhores épocas do ano para vender roupas. Inclusive, são essas datas que provocam a chamada “sazonalidade” no varejo de moda.

Isso acontece porque, muitas vezes, acreditamos que as vendas se limitam a essas datas e não sabemos explorar outras datas interessantes do calendário.

Você já pensou em fazer uma promoção de roupas femininas no dia da dona de casa? Ou uma ação promocional de camisetas de personagens para o dia do orgulho nerd? Essas são apenas algumas datas pouco exploradas, mas que poderiam gerar ações incríveis e ótimos resultados nas vendas!

No artigo Calendário do Varejo 2022 nós entregamos diversas dicas de datas “fora da caixinha” para você aproveitar, se diferenciar da concorrência e atrair clientes o ano todo!

2. Inclua as sazonalidades no seu planejamento anual

Faça um planejamento estratégico, incluindo o planejamento de promoções de vendas, das ações de marketing e, também, o planejamento das compras para a sua loja de roupas.

Não planeje seu ano com base em “achismos” ou suposições. Utilize os dados da sua empresa. Um bom software de gestão para varejo de moda pode ajudar bastante neste momento, registrando e compilando informações, fornecendo relatórios e dados para análise.

Use os históricos de vendas dos anos anteriores para entender melhor as épocas de altas e baixas nas vendas. Assim, você poderá elaborar um planejamento anual eficiente.

Considere, no seu planejamento, a maneira como as receitas serão transformadas em investimentos. Isso te ajudará a entender o melhor momento para trocas de coleções e também para fazer ofertas e saldões.

Além disso, fazer um planejamento te ajuda a visualizar e ter ideias criativas sobre o que fazer nos períodos de baixas vendas.

3. Utilize dados, não suposições!

No tópico anterior, vimos como o histórico de vendas dos períodos anteriores é importante para que você possa se planejar. 

Mas não apenas isso! Quanto mais informações você tiver sobre a sua loja, melhor serão as análises possíveis e, consequentemente, mais eficientes serão os seus planejamentos!

Mas que tipo de informações são importantes para lidar com as sazonalidades?

  • Qual a média de vendas anual da sua loja? 

Você consegue fazer essa média, comparando os anos anteriores.

  • Quais os produtos que mais vendem em cada época do ano? E quais aqueles que têm saída o ano inteiro? 

Isso te ajuda, também, a saber quais são as peças-chave da sua loja de roupas.

  • Qual a quantidade de vendedores ideal para oferecer um bom atendimento? Isso varia durante o ano? Qual a época em que é necessário contratar temporários?

Responder a essas perguntas te ajuda a identificar as tendências e compreender as demandas da sua loja. Com essas respostas, você consegue planejar o lançamento das novas coleções, estabelecer metas de vendas para a sua equipe tanto para os períodos de alta demanda quanto os períodos de baixa.

4. Conheça e invista nas suas peças-chave

As peças-chave são aqueles elementos do seu estoque com caráter atemporal. Elas  agregam valor aos looks, independentemente de uma moda ou de um estilo determinado. Esse tipo de peça compõe visuais e tem rotatividade em qualquer estação do ano.

As peças-chave podem parecer mais descoladas, mais casuais ou mesmo, mais sérias, compondo desde um visual de trabalho até um look para um passeio no shopping, por exemplo.

Este tipo de peça gera, nos clientes, a sensação de estar adquirindo um produto duradouro em seu guarda-roupas, aumentando a confiança do cliente na sua loja, demandando uma menor argumentação de vendas.

Mas como saber quais são as peças-chave da sua loja? 

Uma dica é aproveitar os relatórios de venda do seu sistema de gestão. O Sistema CRIAR Varejo, por exemplo, registra as peças de maior saída, facilitando o seu entendimento de quais são as suas peças-chave.

5. Crie campanhas mensais

Assim como nas datas comemorativas, o varejo de moda já tem o hábito de criar “campanhas” para atrair a clientela. Planeje fazer isso nos meses de baixa.

As campanhas são estratégias para criar oportunidades de vendas. A partir das campanhas o lojista cria motivos para os clientes comprarem, todos os meses!

Campanha não é, necessariamente, liquidação. A liquidação também é um tipo de campanha, mas você pode criar campanhas sem trazer a sensação de liquidação para os seus clientes.

Porque as campanhas são uma boa estratégia?

  • Porque elas criam senso de necessidade e senso de oportunidade para os seus clientes.
  • Porque criam senso de urgência

Como as campanhas têm tempo limitado, os clientes sentem que, se não comprarem naquele momento, perderão a oportunidade.

Mas para que as campanhas da sua loja funcionem, você deve prestar atenção em alguns detalhes:

  • As campanhas devem ter tempo limitado e data para começar e encerrar. O ideal é que uma campanha dure, no máximo, 2 semanas.
  • Defina quais produtos participarão da campanha. Lembre-se, não é saldão nem liquidação. É uma campanha para uma finalidade específica (que pode ser uma data comemorativa ou para dar giro em determinados produtos).
  • Defina uma faixa de preço, não muito ampla. 

Existem diversos tipos de campanhas que você pode fazer. Aqui, vamos dar dicas de 3 tipos de campanha que você pode experimentar na sua loja:

#1 Campanhas de Fidelização

Neste tipo de campanha, você cria ações que vão fazer o cliente que já comprou na sua loja desejar voltar. 

Claro que, a primeira estratégia é ter um ambiente que atraia o seu cliente e desperte nele o desejo de frequentar a sua loja. Para isso, as estratégias de vitrinismo e visual merchandising são importantíssimas!

Agora, alguns exemplos de campanhas de fidelização para você:

  • Voucher 

Aproveite as datas de alta nas vendas e distribua vouchers ou cupons de desconto, válidos para compras no mês seguinte, por exemplo.

  • Presente nas compras acima de X reais

Ofereça um presente para compras a partir de determinado valor. Mas cuidado! Não estamos falando de brindes como canetas. Mas de algo que o cliente, realmente, vai se sentir presenteado.

Essa estratégia ajuda a aumentar o ticket médio da venda, para conquistar o presente da campanha.

Esse tipo de campanha também funciona muito bem como estratégia de pós-venda para lojas de roupas!

#2 Dupla fashion ou look completo

Incentive a venda de mais produtos ao dar descontos em duplas ou trios de produtos que se complementam.

Exemplos:

  • Cardigan + Camiseta básica
  • Sapato social + meia

O ideal deste tipo de campanha é criar um preço fechado para essas duplas, que seja inferior à soma dos produtos individualmente, claro!

#3 Campanha de preço fechado

Estipule um valor único para produtos da mesma categoria. Esse tipo de campanha funciona muito bem para peças básicas ou para dar giro a produtos encalhados.

Exemplo:

  • “Semana das basiquinhas” – qualquer camiseta básica por X reais.

Mas cuidado, se você disse que são todas, não deve haver exceção, pois isso tira a credibilidade da sua campanha.

Lembre-se!

Uma boa comunicação e um excelente atendimento também são imprescindíveis para atrair e fidelizar sua clientela. Portanto, treine constantemente a sua equipe de vendas e invista nas redes sociais da sua loja de roupas!

Converse com a nossa Equipe

Ainda com dúvidas ? Você pode falar diretamente com um de nossos consultores sobre o processo de implantação em sua loja. Não perca mais tempo e dinheiro, seja CRIAR.
WhatsApp